23°
Máx
12°
Min

Bolsas europeias fecham em queda com decepção em balanços

A maioria das bolsas europeias fechou em baixa nesta sexta-feira, 22, pressionadas por resultados fracos de balanços de grandes empresas e notícias consideradas negativas para outras companhias. Com isso, o índice pan-europeu Stoxx 600 encerrou o pregão em queda de 0,32%, a 348,46 pontos.

A retração mais acentuada foi vista em Londres. O índice FTSE 100 caiu 1,11%, para 6.310,44 pontos. "Um pobre conjunto de números de lucros na noite passada proporcionou a razão para que os investidores reduzissem posições dos ativos de risco nesta manhã", explicou o analista Chris Beauchamp, da IG.

Em Paris, o índice CAC recuou 0,29%, para 4.569,66 pontos, em razão da decepção dos investidores com alguns balanços trimestrais. A Keringer, por exemplo, registrou receita de 2,72 bilhões nos primeiros três meses do ano, enquanto analistas consultados pela Dow Jones Newswires esperavam soma de 2,78 bilhões de euros. As ações da companhia tiveram queda de 5,4%.

As ações negociadas em Frankfurt, na Alemanha, também foram impactadas negativamente pelo noticiário corporativo. A Volkswagen informou que seus custos com problemas relacionados à emissão de poluentes devem chegar a 16,2 bilhões de euros, o que deve colaborar para que a companhia feche o balanço de 2015 com prejuízo. As ações da montadora terminaram o dia em queda de 1,3%.

Outra bolsa que fechou em baixa foi a de Milão, com o índice FTSE-Mib recuando 0,25%, para 18.687,04 pontos. Na contramão, as bolsas de Madri e Lisboa encerraram o pregão em alta. O índice espanhol Ibex subiu 0,39%, para 9.232,80 pontos, e o índice português PSI-20 teve ganho de 0,27%, para 5.097,48 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)