21°
Máx
17°
Min

Bolsas fecham em queda em NY e revertem ganhos do dia anterior

As bolsas de Nova York fecharam em queda nesta quinta-feira, 29, revertendo os ganhos do dia anterior, com os investidores preocupados com a situação dos bancos europeus, em especial o gigante alemão Deutsche Bank, que foi condenado pelo Departamento de Justiça dos EUA a pagar uma multa devido a operações ilegais no país.

O Dow Jones recuou 1,07% e foi aos 18.143,45 pontos. Já o S&P 500 caiu 0,93%, aos 2.151,13 pontos, enquanto o Nasdaq perdeu 0,93%, recuando aos 5.269,15 pontos.

A manhã foi marcada por volatilidade, com viés de queda, enquanto os investidores digeriam indicadores mistos da economia dos EUA e comentários hawkish do presidente da unidade de Atlanta do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Dennis Lockhart.

No entanto, pela tarde, as atenções dos investidores se voltaram aos bancos europeus, em especial o Deutsche Bank, e fizeram os índices acelerarem perdas e se firmarem no campo negativo.

"Sempre que ouvimos falar em risco bancário, as pessoas pensam em efeito dominó", afirmou Karyn Cavanaugh, estrategista sênior de mercado na Voya Financial. "Estão querendo comparar a crise dos bancos europeus com a crise de 2008 e isso é um pouco inquietante", reforçou.

"É esperado ver as ações do Deutsche Bank caírem fortemente, pois muitos administradores de portfólio com deveres fiduciários precisam vender suas posições numa ação que é problemática", disse Bret Chesney, operador sênior na Alpine Global. "Entretanto, o mercado está reagindo demais a esses movimentos numa ação individual, assim como estava reagindo demais à alta do petróleo ontem", completou. Fonte: Dow Jones Newswires