21°
Máx
17°
Min

Bolsas sobem pela segunda sessão seguida em NY, beneficiadas por alta do petróleo

Os principais índices acionários norte-americanos subiram pelo segundo pregão seguido nesta quarta-feira, 25, beneficiado pelo desempenho das ações de energia e financeiras.

Investidores parecem mais à vontade com a perspectiva de juros mais altos nos Estados Unidos. Com o resultado, o ganho acumulado do S&P 500 em 2016 voltou a ficar acima de 2,0%, levando o índice para próximo dos maiores patamares no ano.

"As pessoas estão se dando conta de que os juros vão subir e isso não é negativo para a economia no longo prazo", disse J.J. Kinahan, estrategista-chefe da TD Ameritrade.

O setor de energia teve o melhor desempenho do dia, após o petróleo negociado em Nova York fechar no maior patamar desde outubro. As ações da Transocean avançaram 9,65%, enquanto as da Chesapeake Energy, subiram 7,41%.

Os bancos e outras firmas financeiras também continuaram seu rali, refletindo a expectativas cada vez maiores de investidores de que os juros vão subir este ano. Os futuros dos Fed funds, utilizados por operadores para apostar sobre o futuro da política monetária nos EUA, indicavam uma probabilidade de 36% de alta de juros na reunião de junho, segundo dados do CME Group. No início do mês, esse número era de 4,0%.

Apesar dos ganhos recentes, poucos investidores estão apostando em grandes ganhos no mercado de ações este ano, em parte por causa da fragilidade da economia global.

"Estamos procurando por economias que têm algum tipo de motor de crescimento que não é ligado ao que o Fed faz, ou o que o petróleo faz, ou como está o crescimento global", disse Greg Woodard, estrategista da Manning & Napier. Entre as opções, estão empresas como Facebook e a Alphabet, que controla o Google.

No fim do pregão, o Dow Jones fechou em alta de 0,82%, aos 17.851,51 pontos, o S&P 500 avançou 0,70%, aos 2.090,54 pontos, e o Nasdaq ganhou 0,70%, aos 4.894,89 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires