22°
Máx
17°
Min

Bovespa acelera ganhos após abertura em NY e retoma patamar dos 59 mil pontos

A Bovespa acelerou os ganhos e renovou máximas nesta quarta-feira, 28, influenciada positivamente pelo início dos negócios em Wall Street. Às 10h45, o Ibovespa retomava o patamar dos 59 mil pontos, em alta de 1,00%. Por lá, a expectativa é por discursos do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, e da dirigente do Federal Reserve (o banco central dos Estados Unidos), Janet Yellen, além de pronunciamentos de vários diretores regionais do banco central norte-americano.

O petróleo se recupera e sobe mais de 1,0%, mas é limitado pelo ceticismo de que grandes produtores da commodity cheguem a um acordo para limitar a produção, em reunião nesta quarta, na Argélia. A divulgação do relatório semanal de estoques de petróleo do Departamento de Energia (DoE), logo mais às 11h30, pode dar um norte aos contratos futuros no fim da manhã.

Em Wall Street, o Dow Jones sobe 0,23%, o S&P 500 avança 0,15% e o Nasdaq tem ganho de 0,13%. Depois do mercado financeiro mais calmo na terça, com os investidores aliviados com o bom desempenho de Hillary Clinton no debate na noite de segunda-feira, o pregão desta quarta-feira tem agenda carregada, com vários discursos de dirigentes do Fed.

Yellen fala na Câmara, às 11 horas. Também pronunciam-se James Bullard (St.Louis) às 11 horas; Charles Evans (Chicago) às 14h30; Loretta Mester (Cleveland) às 17h35; e Esther George (Kansas City) às 20h15. Na Europa, Draghi discursa neste momento.