21°
Máx
17°
Min

Bovespa avança com política e minério

A hipótese de impeachment da presidente Dilma Rousseff ganhou força com o PP e PRB retirando apoio ao governo, o que justifica ganhos expressivos para a bolsa brasileira nesta manha. Às 11h11 desta quarta-feira, 13, o Ibovespa subia 2,73, aos 53.419 pontos. O índice tem apoio também do cenário externo, onde as bolsas asiáticas, europeias e futuros de Nova York mostram alta com a valorização de preços de commodities metálicas.

O avanço se justifica por dados mais robustos da balança comercial da China, divulgada nesta madrugada. O preço do minério de ferro seguiu a trajetória de alta dos últimos dias e saltou 2,4% no mercado à vista chinês

As ações preferenciais da Vale avançavam 6,06%, enquanto os papéis ordinários apresentam alta de 6,51%, enquanto as ações da CSN subiam 14,42%. Embora os preços do petróleo estejam caindo, as ações da Petrobras sobem. Vale destacar que nesta quarta acontece o vencimento de opções de índice, o que pode adicionar volatilidade ao longo do dia.

Mas no momento o que fala mais alto para os investidores é a contagem de votos para o impeachment. A mais recente atualização do placar levantado pelo Grupo Estado aponta para 308 a favor do impedimento e 126 contrários, com 39 indecisos e 40 parlamentares que não responderam.