27°
Máx
13°
Min

Bovespa cai pressionada por Petrobras em manhã de poucos negócios

Sem o referencial de Wall Street, onde os negócios estão fechados nesta segunda-feira, 30, em função do Memorial Day, a Bovespa iniciou os negócios em leve queda pela manhã, em uma abertura de liquidez fraca. Às 10h32, o Ibovespa recuava 0,32%, aos 48.896,81 pontos, pressionado principalmente pelas ações da Petrobras, em baixa de 1,05% (ON) e 1,09% (PN).

Após terem ultrapassado a barreira psicológica dos US$ 50 por barril na semana passada, os contratos futuros de petróleo voltam a dar sinais de fraqueza e operam em queda nos pregões eletrônicos em Nova York e em Londres.

No período da manhã, o WTI para julho caía 0,09%, a US$ 49,24 o barril na Nymex, enquanto na plataforma ICE, em Londres, o Brent para agosto, contrato mais líquido, operava em baixa de 0,18%, a US$ 49,77 o barril.

Também pesam as expectativas em relação à próxima reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), marcada para a próxima quinta-feira, em Viena. Os agentes estão pessimistas sobre um eventual acordo para a redução da produção da commodity.