20°
Máx
14°
Min

Bovespa firma tendência de alta após Nova York

Depois de uma abertura lateral, a Bovespa ensaia uma melhora na esteira do início dos negócios em Wall Street nesta terça-feira, 6. Às 10h36, o Ibovespa avançava 0,19%, aos 59.679,11 pontos, enquanto nas bolsas de Nova York o Dow Jones subia 0,26%, o S&P 500 tinha ganho de 0,11% e o Nasdaq, alta de 0,18%, na volta do feriado do Dia do Trabalho, na segunda-feira.

Apesar do bom desempenho dos mercados acionários, a queda dos contratos futuros do petróleo embutem certa cautela aos negócios e por aqui pressiona as ações da Petrobras. No exterior, estão no radar várias notícias de fusões e aquisições bilionárias, além da expectativa por mais um indicador do setor de serviços, que será conhecido às 11 horas.

Voltando ao Ibovespa, as ações ON da JBS caem 5,36%, liderando pelo segundo pregão consecutivo a lista de piores desempenhos do índice à vista. O papel continua pressionado pelo noticiário relativo à Operação Greenfield, deflagrada na segunda pela Polícia Federal, que tem como alvo a Eldorado, da holding J&F, que também controla a JBS. A Justiça determinou o afastamento dos irmãos Batista de suas funções na JBS.