22°
Máx
17°
Min

Bovespa passa por realização e renova mínimas após abertura em Nova York

Depois de fechar em alta de 2,26% na quarta-feira, 8, a Bovespa passa por uma realização de lucros nesta quinta-feira, 9, diante do cenário menos favorável para os mercados acionários internacionais e da fraqueza do petróleo no exterior. Às 10h32, o Ibovespa recuava 0,80%, aos 51.269,63 pontos, em linha com o sinal negativo visto das praças da Europa e nas bolsas de Nova York.

O índice à vista renova mínimas no momento com ordens pontuais de venda por parte de investidores estrangeiros. As ações da Petrobras, que terminaram em alta de mais de 8,0% na quarta, devolvem parte dos ganhos e exibem baixa de 2,41% (ON) e 2,34% (PN).

Refletindo um movimento de realização, os contratos futuros de petróleo operam em queda de cerca de 1,0% em Londres e em Nova York, mas o barril ainda é negociado acima dos US$ 50 nos dois mercados.

Em Wall Street, o Dow Jones caía 0,32%, o S&P 500 recuava 0,39% e do Nasdaq cedia 0,34%. Após três dias de ganhos, os investidores realizam lucros embalados pela queda do preço do petróleo e por sinais negativos do exterior, que renovam preocupações com a economia mundial. A agenda internacional é fraca nesta quinta-feira.

O principal destaque é número de pedidos de auxílio-desemprego, que caiu para 264 mil na semana passada, o menor nível em seis semanas. A previsão dos analistas era de que ficasse em 270 mil.