21°
Máx
17°
Min

Bovespa renova máximas com Nova York e revisão de meta fiscal

A Bovespa abriu em alta nesta quarta-feira, 25, véspera do feriado de Corpus Christi, embalada pela aprovação da revisão da meta fiscal deste ano, que prevê um déficit primário de R$ 170,5 bilhões, e também acompanhando os ganhos vistos nos mercados acionários internacionais. Às 10h38, o Ibovespa renovava máximas e subia 1,03%, aos 49.851,50 pontos, enquanto, em Wall Street, o Dow Jones avançava 0,33%, o S&P 500 tinha ganho de 0,38% e o Nasdaq, valorização de 0,34%.

No Ibovespa, os ganhos são conduzidos principalmente pelas ações da Petrobras, em alta de 1,53% (ON) e 2,23% (PN), na esteira da recuperação dos contratos futuros de petróleo no exterior.

Os preços ainda reagem à pesquisa de terça-feira do American Petroleum Institute (API), que estimou forte queda de 5,1 milhões de barris nos estoques de bruto dos EUA na semana passada. Logo mais, às 11h30, o DoE divulga o levantamento oficial sobre estoques.

O WTI para julho subia 1,15% na Nymex, a US$ 49,19 por barril, enquanto na ICE o Brent para o mesmo mês avançava 1,44%, a US$ 49,32 por barril.