22°
Máx
17°
Min

Bovespa renova mínima após Nova York em dia de aversão ao risco

A Bovespa abriu em queda e renovou mínima nesta segunda-feira, 26, influenciada pelo início dos negócios em Wall Street. Nos mercados acionários internacionais o clima é de cautela antes do primeiro debate entre os candidatos à Casa Branca, Hillary Clinton e Donald Trump, no período da noite. Além disso, especulações em torno do encontro de membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) marcado para quarta-feira na Argélia deixam os investidores na retranca.

Internamente, o mercado acompanha a coletiva de imprensa realizada pela Polícia Federal sobre a 35ª fase da Operação Lava Jato, denominada Omertà, que resultou mais cedo na prisão do ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci. Às 10h44, o Ibovespa recuava 0,70%, aos 58.287,95 pontos.

Em Wall Street, o Dow Jones perdia 0,80%, o S&P 500 recuava 0,68% e o Nasdaq cedia 0,82%, pouco depois da abertura, com os agentes na expectativa pelo debate entre Hillary e Trump, às 22 horas. Além do encontro, a semana está carregada de discursos de dirigentes do Federal Reserve, incluindo a presidente Janet Yellen, e de indicadores importantes da economia norte-americana.

Na Europa, preocupações com o Deutsche Bank estimulam a fuga de ativos de maior risco e a Bolsa da Alemanha cai mais de 2,0% no período da manhã.