22°
Máx
16°
Min

Bovespa segue em queda com incerteza política e sinais mistos no exterior

A Bovespa amplia nesta quarta-feira, 16, as perdas de mais de 3% registradas no dia anterior, diante da indefinição do destino do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. A possibilidade de ele assumir um ministério e haver uma minirreforma ministerial, com eventual troca de comando no Banco Central, segundo fontes, é mal recebida pelos investidores, que fogem do risco rumo aos mercados de câmbio e de renda fixa. Por isso, dólar e juros futuros se mantêm fortalecidos desde a abertura.

Na manhã desta quarta, em Paris, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que, "tendo indícios de crime" na delação premiada do senador Delcídio Amaral (PT-MS), a instituição abrirá inquérito para investigar os suspeitos. "Nós temos um material, que estamos examinando", afirmou Janot, após ser questionado pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. "Se houver um indício, a gente vai abrir investigação, independente de quem seja", reiterou. "Nós estamos em uma República. Ninguém tem privilégio, nem tratamento diferenciado", reafirmou.

Os investidores monitoram ainda o avanço da moeda americana e dos juros dos Treasuries, que bateram as máximas intraday, logo após a divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI) dos EUA. Os dados nutrem expectativas em torno da decisão de política monetária do Federal Reserve, que será anunciada às 15 horas seguida de entrevista da presidente da Casa, Janet Yellen. As bolsas internacionais permanecem com sinais mistos.

O CPI recuou 0,2% em fevereiro ante janeiro, como esperado, mas o núcleo do índice subiu 0,3% na mesma comparação, acima da previsão de +0,2%. O CPI avançou 1% e o núcleo avançou 2,3% na comparação anual em fevereiro - a alta do núcleo neste caso foi a maior desde maio de 2012. Além disso, as construções de moradias iniciadas nos EUA aumentaram 5,2% no mês em fevereiro, acima da previsão de +4,5%.

Às 10h30, o Ibovespa recuava 0,80%, aos 46.752,39 pontos. Em Nova York, Dow Jones caía 0,07% nos primeiros negócios; S&P500 recuava 0,14%; e o Nasdaq perdia 0,21%.