22°
Máx
14°
Min

Bovespa sobe com Petrobras e bancos

A Bovespa volta a pegar carona na valorização dos contratos futuros de petróleo no exterior e dá continuidade nesta quarta-feira, 27, aos fortes ganhos da véspera, resistindo à abertura pesada em Wall Street. Às 11h22, o Ibovespa subia 1,53%, aos 53.896,26 pontos, puxado principalmente pelas ações da Petrobras e do setor financeiro, enquanto os papéis da Vale são penalizados pela desvalorização do minério de ferro no mercado chinês.

Entre os bancos, o destaque são as units do Santander. A instituição financeira divulgou balanço mais cedo. A contribuição da filial brasileira para o lucro do banco espanhol caiu em praticamente um quarto. No primeiro trimestre de 2016, o lucro em euros atribuído à filial somou 359 milhões de euros.

Em Wall Street, as bolsas de Nova York abriram em queda, na expectativa pelo desfecho da reunião de política monetária dos dirigentes do Federal Reserve, às 15 horas. A cautela também é influenciada pelos papéis da Apple, que caem forte depois de a empresa apresentar balanço com a primeira queda de receitas em 13 anos.