22°
Máx
16°
Min

Bovespa termina de lado, mas registra ganho semanal de 1,37%

Os investidores preferiram ficar de fora da Bolsa nesta sexta-feira, 19, e o Ibovespa terminou de lado, mas conseguiu encerrar a semana no azul, com ganho de 1,37%. A pressão negativa veio dos mercados acionários em Wall Street, onde o dia foi de realização em meio a dúvidas sobre os próximos passos do Federal Reserve.

O petróleo também deu sinais de fraqueza após seis sessões de recuperação, o que, por aqui, pesou nos papéis da Petrobras. Por outro lado, as ações da Vale subiram cerca de 1% e ajudaram a reduzir as perdas do índice à vista, em meio a negociações para venda de minério de ferro para uma instituição chinesa pelo período de 30 anos. O investimento seria da ordem de US$ 9 bilhões.

No campo político, há expectativa pelo desfecho da reunião do presidente em exercício, Michel Temer, com parlamentares e ministros para discutir o andamento do ajuste fiscal. Segundo operadores, com a proximidade da conclusão do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, o mercado espera um posicionamento mais firme do governo Temer em relação à situação fiscal do País.

O Ibovespa terminou esta sexta-feira em queda de 0,11% aos 59.098,92 pontos, depois de passar praticamente todo o pregão em território negativo. Na mínima, foi aos 58.599 pontos (-0,96%), enquanto num breve momento de alta chegou a subir 0,12%, aos 59.240 pontos, na máxima. O volume financeiro somou R$ 5,49 bilhões. No mês de agosto, a Bolsa acumula ganho de 3,13%, e no ano, valorização de 36,33%.

As ações da Petrobras terminaram em queda de 0,79% e 0,70%. No exterior, os contratos futuros de petróleo fecharam sem direção definida nesta sexta-feira, depois de seis pregões seguidos de valorização amparada na possibilidade de um acordo de congelamento na produção entre grandes exportadores.

Na contramão, os papéis da Vale subiram 0,85% (ON) e 1,32% (PNA), depois da notícia de que o China Investment Corporation (CIC) negocia a compra de parte da produção futura de minério de ferro da companhia por 30 anos. Segundo projeção do UBS, o negócio corresponde a entre 350 milhões e 420 milhões de toneladas da produção anual da Vale e o investimento seria da ordem de US$ 9 bilhões.

A agenda da semana que vem tem entre os destaques mais uma prévia do resultado do PIB dos EUA do segundo trimestre, na sexta-feira, 26. No mesmo dia, a presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, discursará no seminário de política monetária de Jackson Hole, quando pode dar pistas sobre os próximos passos da instituição.

Por hora, os investidores levam em conta a visão "hawkish" de alguns dirigentes do Fed, nesta quinta-feira, 18, que avaliam a hipótese de aumento de juros nos EUA mais cedo do que tarde, contrariando a visão mais "dovish" apresentada pela ata do Fed, na quarta-feira (17).