23°
Máx
12°
Min

Brasil perdeu 118.776 vagas formais de emprego em março, aponta Caged

O Brasil perdeu 118.776 vagas formais de emprego em março, informou nesta sexta-feira, 22, o Ministério do Trabalho e Previdência Social. Este é o pior resultado para o mês desde 1992, quando começou a série histórica. O pior março desde então havia sido registrado em justamente em 1992, com o fechamento de 79.316 postos de trabalho.

O resultado divulgado nesta tarde ficou dentro das estimativas de analistas do mercado financeiro consultados pelo AE Projeções, mas bem acima da mediana. Pelo levantamento, o volume de empregos fechados em março seria de 167.789 a 65.000 vagas. Com isso, a mediana ficou em 95.000 postos. Em fevereiro, houve o fechamento de 104.582 vagas formais de emprego.

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de março são fruto de 1.374.485 contratações e 1.493.261 demissões no período. No primeiro trimestre deste ano, o saldo de postos fechados é de 319.150, com ajuste, ou seja, incluindo informações passadas pelas empresas fora do prazo. No acumulado dos últimos 12 meses, o País encerrou março sem 1.853.076 vagas, com ajuste.