24°
Máx
17°
Min

Buffett afirma que não há nova bolha imobiliária nos Estados Unidos

O empresário Warren Buffet afirmou hoje, durante o encontro anual promovido pela Berkshire Hathaway em Omaha, no Estado de Nebraska, não acreditar que uma nova bolha imobiliária tenha se desenvolvido no país. Na avaliação de Buffett, no entanto, o setor não tão atrativo para investir neste momento como foi anos atrás.

Buffett disse também não acreditar que o segmento imobiliário será a fonte de problemas da próxima vez que os Estados Unidos venham a passar por dificuldades econômicas. Ponderou, porém, que as baixas taxas de juros em vigor nos EUA podem encorajar os cidadãos a comprar imóveis a preços elevados.

Durante o encontro anual, Buffett declarou que os cortes e demissões feitos pela brasileira 3G Capital nas empresas Heinz e Kraft Foods não foram exagerados, em sua opinião. Para Buffett, a 3G foi extremamente inteligente nos cortes, sem eliminar aquilo que poderia comprometer as vendas. Ele ponderou que todas as empresas do país têm "funcionários que não fazem nada ou que fazem a coisa errada".

Sobre a longevidade do grupo, Buffett afirmou que a cultura pouco comum da Berkshire Hathaway permanecerá mesmo quando ele já não estiver à frente da companhia. Na eventualidade de ter de substituir Buffett, de 85 anos, a companhia planeja separar o trabalho feito pelo empresário hoje em mais de um cargo, sendo um deles o do presidente. Parte de suas funções também caberia a diversos gerentes de investimento. Apesar disso, Buffett tem dado indícios de que não planeja se aposentar, diz que adora seu trabalho e que continua com boa saúde. Fonte: Associated Press.