27°
Máx
13°
Min

Caixa diz acreditar em retomada de obras do Minha Casa Minha Vida ainda em junho

O governo trabalha com a possibilidade de retomar as obras de cerca de 15 mil unidades do programa Minha Casa, Minha Vida ainda este mês, afirmou nesta segunda-feira, 13, o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi. Nesta semana, Occhi deve se reunir com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, para discutir o assunto.

"A nossa previsão é de que, já neste mês, tenhamos possibilidade de retomar (a construção de) 15 mil unidades que já estão praticamente prontas, negociadas, com preço, e a gente fazer essa retomada e começar a alavancar uma nova onda de absorção de mão de obra", disse o presidente da Caixa.

Segundo ele, há hoje cerca de 78 mil unidades paralisadas, considerando todos os contratos da Caixa na área habitacional, não apenas o Minha Casa, Minha Vida, mas também FGTS e habitação rural.

Occhi conversou com jornalistas na saída de uma reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Segundo ele, o encontro serviu apenas para a apresentação do novo secretário-executivo do Ministério, Eduardo Guardia. O presidente do banco reafirmou que, "de maneira alguma", a Caixa precisará de capitalização este ano, como já havia dito em entrevista na semana passada ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. "Estamos discutindo os próximos anos", afirmou Occhi nesta segunda.

O presidente da Caixa também reafirmou a intenção da instituição em fazer a abertura de capital da Caixa Seguridade e uma joint-venture da Lotex, a loteria instantânea. Mas ressaltou que ainda não há data prevista para nenhuma das iniciativas. "Depende muito do mercado", disse.

Occhi contou ainda que tem conversado separadamente com o secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimento (PPI), Moreira Franco, sobre o apoio que a Caixa dará ao programa de concessões. "Isso nós vamos continuar. Mas o papel da Caixa no governo federal está claro, mas vamos ainda ter uma reunião com ministro Meirelles para afinar esse encaminhamento", disse.

O presidente da Caixa negou que o banco este planejando elevar as taxas de juros para crédito imobiliário. "Nada disso. Estamos pensando em outras formas de financiamento, já encomendei estudo para avaliar nova forma de conceder crédito imobiliário", afirmou.