22°
Máx
16°
Min

Captações corporativas locais caem 71% no ano até abril, revela Anbima

As captações feitas por empresas no mercado local caíram 71% de janeiro a abril deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado, para R$ 14 bilhões, informou a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima). Os números excluem as operações de debêntures de leasing. De acordo com a associação, a contração é praticamente homogênea entre os diferentes instrumentos.

No mercado de renda variável, as ofertas de ações caíram 78,3%, enquanto as emissões com títulos de renda fixa sofreram redução de 67,3%, lideradas pelas debêntures, com queda de 69,7%, seguidas das notas promissórias (67,3%), dos CRIs (66,7%) e dos FIDCs (42,5%).

A Anbima informa que em abril foram realizadas 15 operações de renda fixa e instrumentos de securitização, mas com volume médio de apenas R$ 92,6 milhões. Em abril, foram feitas R$ 1,689 bilhão de operações, contra R$ 29,9 bilhões em igual mês do ano passado.

Entre as ofertas de ações, apesar da queda no volume, a Anbima destaca que o número de operações já chega a quatro até abril, contra apenas uma no mesmo intervalo do ano passado. Todas as ofertas, somando R$ 3,5 bilhões, foram de esforços restritos.

As operações envolvendo ações foram conduzidas por Brasil Pharma, Banco Mercantil de Investimentos, Rumo Logística Operadora Multimodal e FrasLe.