24°
Máx
17°
Min

Carney, do BoE, diz estar confortável com decisão de estímulos

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE), Mark Carney, disse estar "confortável" com a decisão da autoridade monetária de reduzir juros e tomar outras medidas para combater uma desaceleração da economia após os britânicos terem votado pela saída da União Europeia.

Durante audiência parlamentar, legisladores pediram que Carney justificasse os estímulos tendo em vista os dados recentes que mostram que a economia parece ter se recuperado da queda pós-referendo. Legisladores também perguntaram se os dados atuais justificam os alertas sobre uma possível desaceleração feitos antes do referendo.

"Estou absolutamente sereno sobre os comentários - os julgamentos, devo dizer - feitos tanto pelo Comitê de Política Monetária quanto pelo Comitê de Política Financeira" antes do referendo, disse Carney. Ele acrescentou que está "bastante confortável" com as medidas de estímulo de agosto e que existem sinais de estabilização da economia. Além disso, as medidas devem contribuir para que a saída do Reino Unido da União Europeia seja bem-sucedida, afirmou. Segundo Carney, o risco de recessão no Reino Unido diminuiu desde os estímulos de agosto. Fonte: Dow Jones Newswires.