22°
Máx
16°
Min

Casino conclui venda de operação na Tailândia por 3,1 bilhões de euros

O Casino, varejista controlador do Grupo Pão de Açúcar (GPA), informou que foi concluída a venda de sua participação na rede Big C, na Tailândia. O total do negócio chega a 3,1 bilhões de euros e o Casino reportou que isso representa um ganho de capital de 2,4 bilhões de euros.

Com a venda, o Casino afirma que será possível uma desalavancagem de 3,3 bilhões de euros, o que já leva em conta o endividamento líquido do Big C. O TCC Group, holding do magnata tailandês Charoen Sirivadhanabhakdi, pagou o equivalente a 252.88 baht por ação do Big C.

Como parte do negócio, a empresa de comércio eletrônico do Casino, a Cnova, vendeu seus interesses no site de venda por internet Cdiscount na Tailândia, por 28 milhões de euros.

O Casino afirmou que a venda é parte da política de aquisições de ativos chave e desinvestimento de ativos maduros, a qual é realizada pelo grupo há dez anos.

O grupo varejista passa por um processo de venda de ativos em busca de redução de alavancagem. Além da venda na Tailândia, está prevista a alienação da operação no Vietnã.

A agência de classificação de risco Standard & Poor's retirou nesta segunda-feira, 21, o grau de investimento do conglomerado varejista, ao rebaixar a dívida da empresa de BBB- para BB+, com perspectiva estável. Em comunicado, a S&P citou as pressões que o Casino enfrenta devido às difíceis condições de negócios no Brasil. O processo de venda de ativos do grupo tem um impacto positivo na redução da dívida bruta, mas esse efeito pode ser ofuscado por uma menor rentabilidade nas operações, avaliou a agência.

O rebaixamento pela S&P deverá levar o Casino a gastar 20 milhões de euros a mais com serviço de dívida antes de impostos em 2016, informou a companhia em comunicado.