27°
Máx
13°
Min

Cemig firma terceiro aditamento ao acordo de acionistas da Parati

A Cemig firmou na terça-feira, 31, o terceiro aditamento ao acordo de acionistas da Parati, formalizando assim as alterações relacionadas à opção de venda outorgada pela Cemig ao Redentor Fundo de Investimento em Participações (FIP Redentor). As mudanças já haviam sido aprovadas pelos acionistas em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) na segunda-feira, 30.

Conforme divulgado na segunda, o acordo, acertado em 2011, previa que o Fundo poderia optar por vender suas ações da Parati para a Cemig, ou para uma terceira parte indicada pela estatal, ao final de 60 meses. A Cemig acertou que esse prazo, que venceria no dia 31 de maio, passe a ser de 77 meses.

Para fechar o acordo com o FIP Redentor, a Cemig ofereceu units da Transmissora Aliança de Energia (Taesa), que representam R$ 1,075 bilhão, valor do aporte feito pelo Fundo na Parati. Além disso, como reforço de garantia, a estatal ofereceu também sua participação indireta na Light, que correspondem a 26,06% do total de ações emitidas pela companhia.

Em setembro do ano passado, o FIP Redentor avisou à Cemig que exerceria a Opção de Venda. Em novembro, o diretor de Finanças e Relações com Investidores da Cemig, Fabiano Maia Pereira, estava otimista em conseguir um comprador para as ações da Parati. "Estamos conversando com alguns investidores e a sinalização é muito favorável a termos uma solução antes do vencimento", disse à época.