24°
Máx
17°
Min

China inclui EUA em lista de países com zika, o que deve onerar exportador

A recente decisão da China de colocar os Estados Unidos na lista de países exportadores com registro de zika preocupa os norte-americanos. Com a inclusão, todos os contêineres com produtos industriais que saem do país com destino à nação asiática terão de passar por fumigação para evitar que cheguem com ovos, larvas ou mosquitos transmissores. O custo para isso varia entre US$ 100 e US$ 200, por contêiner.

Exportadores que vendem de tudo, desde produtos agrícolas, a produtos químicos e peças de motor, dizem temer que informações contraditórias de funcionários aduaneiros chineses sobre os novos requisitos resultem em atrasos e gerem custos e prejuízos aos negócios.

Desde a criação da lista no início deste ano, a China exigiu que todos os recipientes fossem fumigados no país de origem e um certificado deve ser emitido para comprovar o procedimento. Mas os exportadores dizem que alguns portos chineses podem aceitar os documentos de fumigação feitas no exterior e outros não. Exportadores brasileiro disseram que descobriram que isso depende dos funcionários aduaneiros locais.

"Não está claro se os carregamentos devem ser fumigados nos EUA ou na China e se as regras serão aplicadas de forma universal", disse Peter Friedmann, diretor-executivo da Coalizão para Transportes Agrícolas, entidade comercial com sede em Washington. Exportadores norte-americanos também estão temerosos de que a fumigação feita pelos chineses pode danificar a carga.

Exportadores de pequeno e médio porte dizem que serão os mais prejudicados com qualquer interrupções na cadeia. "O Oregon não tem Zika, mas mesmo assim teremos de fumigar e isso é uma despesa significativa", disse Scott Harer, vice-presidente da Columbia Seeds, notando que as sementes têm margens baixas. A Columbia Seeds exporta cerca de 100 contêineres por ano para a China e afirma que não pode repassar este novo custo para os clientes porque os contratos já foram fechados, disse Harer, que também é presidente da Associação de Sementes Oregon.

Dois exportadores brasileiros que embarcaram café e pimentas para a China em junho disseram que seus contêineres ficaram presos por cerca de uma semana em Xangai, porque os chineses não aceitaram seus certificados de fumigação. Um destes exportadores disse que 5 das suas 13 cargas foram pulverizadas com um agroquímico que arruinou seu café. A autoridade aduaneira chinesa não comentou esta questão.

A China acrescentou os EUA à lista com 60 outros países infectados pelo Zika no começo de agosto. Este grupo inclui ainda México, vários países da América do Sul e alguns asiáticos. Os norte-americanos embarcam cerca de 5,1 milhões de contêineres, no valor aproximado de US$ 255 bilhões por ano para os chineses. Os principais produtos são produtos agrícolas, papel e produtos químicos. Proteína bovina e de aves enviados em compartimentos refrigerados são isentos de fumigação. Fonte: Dow Jones Newswires.