24°
Máx
17°
Min

China: vice-presidente do BC diz que taxa de câmbio do yuan ficará estável

( - China: vice-presidente do BC diz que taxa de câmbio do yuan ficará estável
(

Não há razão para yuan chinês se desvalorizar, porque a economia da China é forte, com um enorme excedente comercial e reservas cambiais suficientes, disse um vice-presidente do banco central chinês, neste domingo.

"A taxa de câmbio do renminbi vai ficar praticamente estável contra uma cesta de moedas estrangeiras. Não há base para que continue a se depreciar", disse Yi Gang, durante a Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, referindo-se ao nome oficial do yuan.

A desaceleração econômica chinesa e a volatilidade do mercado financeiro levaram a uma grande saída de capital da China, já que os investidores buscam retornos melhores no exterior. Em 2015, o yuan caiu 5% em relação ao dólar, enquanto as reservas cambiais chinesas recuaram para US$ 3,3 trilhões no final do último ano, ante o recorde de US$ 3,99 trilhões de junho de 2014.

Há preocupações crescentes de que a China pode considerar depreciar sua moeda acentuadamente para impulsionar exportações, em meio à desaceleração da economia.

"As quedas nas reservas em moeda estrangeira estão dentro das nossas expectativas", disse Yi. Embora tenha havido fuga de capitais, as quedas foram mais devido a compras por parte dos consumidores e empresas chinesas, que seguem buscando diversificação de ativos. Yi também disse que ativos ilíquidos não estão incluídos nas reservas cambiais chinesas.

No ano passado, os depósitos em dólares por empresas e famílias chinesas aumentaram mais de US$ 10 bilhões, após um aumento de mais de US$ 100 bilhões em 2014, disse Yi. Além disso, no ano passado, os consumidores chineses gastaram um total de US$ 240 bilhões em operações internacionais, devido ao aumento de viagens ao exterior. "As reservas de divisas da China são suficientemente diversificada", disse Yi. Fonte: Dow Jones Newswires