24°
Máx
17°
Min

Cielo lança nova máquina e mira 50 mil unidades em 2016

A Cielo anunciou nesta terça-feira, 12, o lançamento de uma nova plataforma (POS, na sigla em inglês) que possibilita a captura de pagamentos bem como a gestão e controle de negócios e ainda serviços customizados para diferentes segmentos do varejo. A expectativa da companhia para a nova máquina, batizada de Cielo LIO, é ter 50 mil unidades em todo o Brasil neste ano e 1 milhão em cinco anos, segundo o presidente da empresa, Rômulo de Mello Dias.

"A Cielo LIO deve estar disponível em 45 dias ao varejo. Em um cenário de crise no varejo, vamos disponibilizar uma solução que permitirá aos varejistas controlar coisas que antes não eram controladas como fluxo de caixa, estoques", disse o executivo, em conversa com jornalistas, nesta manhã. "Não é simplesmente uma máquina que passa cartão", acrescentou ele.

Sem revelar o investimento feito no projeto que envolveu mais de 100 pessoas, Dias afirmou que os recursos investidos estão inseridos no orçamento de 2016. No início do ano, a Cielo divulgou projeção de investimentos de até R$ 450 milhões para este exercício.

"Parte desses investimentos será substituição de POS tradicionais e outra parte em Cielo LIO", afirmou Dias, explicando que há desaceleração no varejo que causa uma mortalidade maior das empresas do setor e ainda menor demanda de novos clientes.

O retorno do investimento na Cielo LIO, conforme Dias, deve se dar via aumento de receitas ao longo do tempo e à medida que a nova máquina esteja "espraiada" no mercado brasileiro. A companhia aposta ainda, conforme ele, na fidelização dos clientes, contribuindo para manter a sua liderança em um segmento cada vez mais competitivo. "Precisamos estar à frente", ressaltou Dias.

Sobre o custo da Cielo LIO para os varejistas, o presidente da adquirente diz que será flexível, dependendo dos serviços solicitados pelo cliente que terá a opção de manter sua máquina anterior ou ter a nova versão. Dentre as funcionalidades disponíveis na nova plataforma, estão registro de produtos com leitura de código de barras, controle de estoques, gerenciamento de pedidos de mesas e divisão de contas com calculadora integrada.

A plataforma, sem fio, traz ainda funções como câmera, bluetooth, Wi-Fi e 3G. A Cielo soma hoje 2,2 milhões de máquinas instaladas, considerando modelos Wi-Fi e GPRS, sem levar em conta a solução mobile.