20°
Máx
14°
Min

Citi fará anúncio sobre venda de operações de varejo até meados de setembro

Dentro de pouco mais de um mês, até meados de setembro, o Citibank fará um anúncio sobre a venda de suas operações de varejo no Brasil, na Argentina e na Colômbia, afirmou nesta quinta-feira, 4, o presidente da instituição no Brasil, Helio Magalhães. Segundo o executivo, o processo segue conforme o esperado, tanto em termos de cronograma quanto em termos de compradores interessados, pois os contatos estão dentro das expectativas.

"Estamos literalmente dentro do cronograma. Deveremos ter pelo menos um mês pela frente antes de fazer formalmente um anúncio. Deve ser mais pelo meio de setembro", disse Magalhães, após participar de seminário sobre a Olimpíada, no Rio.

O executivo evitou mencionar a quantidade, nome ou origem de compradores interessados. Segundo Magalhães, as operações de varejo de cada país podem ser vendidas separadamente ou um mesmo comprador pode ficar com mais de uma.

Para o presidente do Citi no Brasil, não há motivos para o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) se opor à operação no País. "A preocupação do Cade é válida. O Brasil efetivamente tem bancos muito grandes, mas essa operação nossa é pequena, representa menos de 1% dos depósitos no Brasil. Não acreditamos que essa operação por si traga qualquer problema adicional sob o ponto de vista de competição e concentração (do mercado)", afirmou Magalhães.

O executivo frisou ainda que o Citibank segue apostando no mercado brasileiro, pois toda a operação corporativa, no atacado, será mantida. Magalhães disse acreditar em aumento de investimentos estrangeiros e de operações para o financiamento de projetos de infraestrutura, diante das sinalizações já dadas para a área pelo governo do presidente em exercício Michel Temer.

"Evidentemente que depende ainda da decisão sobre o impeachment, mas, caso seja aprovado, o plano do governo Temer parece muito bem elaborado, ataca as prioridades e busca efetivamente uma parceria pública-privada, baseada em confiança e entendimentos mútuos, e não em um modelo só, que foi tentativa no passado", completou.

Propostas

Na quarta-feira, o Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) apurou que o Santander Brasil fez proposta vinculante pela operação de varejo do Citi no Brasil. Fontes dizem ainda que é provável que o Itaú Unibanco também tenha feito um novo lance, garantindo, assim, sua permanência na próxima fase da disputa.

O banco americano aceitou propostas até a última segunda-feira, 1º de agosto, e agora está debruçado na análise para selecionar a instituição com a qual negociará com exclusividade.