22°
Máx
14°
Min

CNI: índice de expectativa do consumidor fica estável em julho

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) ficou praticamente estável em julho, de acordo com documento divulgado nesta sexta-feira, 29, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Mas, embora esteja melhor do que estava há um ano, o indicador mantém-se abaixo de sua média histórica.

Na comparação com junho deste ano, o Inec apresentou uma ligeira alta de 0,2%. Em relação a julho do ano passado, a melhora é de 3,4%. "Apesar da melhora, a confiança segue 7,2% abaixo da média histórica do índice", diz a pesquisa.

Olhando para as variáveis que compõem o indicador, as expectativas dos consumidores com relação à inflação pioraram 0,2% no mês, mas ainda são 15,3% melhores do que a avaliação feita há exatamente um ano. As expectativas quanto ao emprego também melhoraram, 0,9% na comparação mensal e 8,1% na comparação anual.

Com isso, as expectativas quanto à renda pessoal apresentaram elevação de 0,7% nas duas bases comparativas, assim como os planos de compras de bens de maior valor, que melhoraram 0,4% tanto em relação a junho quanto em relação a julho de 2015.

Mas, apesar dos consumidores também esperarem uma melhoria no endividamento (0,3% ante junho e 2,3% ante julho do ano passado), pioraram as expectativas dos entrevistados com relação à situação financeira, com deterioração de 1% no mês. Em relação a julho do ano passado, essa variável tem uma elevação de apenas 0,1%.

Em parceria com o Ibope Inteligência, a CNI ouviu 2002 pessoas em 142 municípios, entre os dias 14 e 18 de julho.