24°
Máx
17°
Min

Com parcerias e desinvestimentos, cai necessidade de captações, diz Petrobras

A Petrobras considera que o plano de negócios para os próximos cinco anos no tocante a desinvestimentos e parcerias reduz a necessidade de novas captações. Na apresentação sobre o plano, a companhia informa que precisará de US$ 179 bilhões no período 2017-2021 para se financiar.

Dentro desse valor, estão previstos US$ 19,5 bilhões nos próximos dois anos com parcerias e desinvestimentos, os quais "são essenciais para viabilizar a totalidade dos investimentos planejados". Segundo a empresa, isso ocorrerá "sem necessidade de novas

captações líquidas em 2017-2021".

Completando a fonte desses US$ 179 bilhões, US$ 158 bilhões correspondem a geração operacional após dividendos, e os restantes US$ 2 bilhões referem-se a uso de caixa.

Os recursos serão utilizados para investimentos, com US$ 74,1 bilhões até 2021; amortizações, com US$ 73 bilhões; e despesas financeiras, de US$ 32 bilhões.