22°
Máx
14°
Min

Companhia aérea vai acabar com voos entre Londrina e Guarulhos

(foto: André Borges/ Agência Brasília) - Companhia aérea vai acabar com voos entre Londrina e Guarulhos
(foto: André Borges/ Agência Brasília)

O tempo em que Londrina teve o terceiro aeroporto do país em movimento de passageiros, nos anos 60, realmente ficou para trás.

 Em março, as três companhias aéreas que operam na cidade anunciaram redução no número de voos no aeroporto Governador José Richa alegando "ajuste na malha" em decorrência da crise financeira. Pesou também o aumento para 18% do ICMS sobre a querosene usada para abastecer aviões.

O prejuízo é comprovado por números. Segundo a Infraero, o movimento de passageiros nos cinco primeiros meses no ano caiu 17,71% em comparação com o ano anterior, com 80 mil usuários a menos.

Nesta semana, o terminal sofreu um novo golpe. A LATAM (antiga TAM) anunciou o fim da operação dos voos entre Londrina e o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

De 1º de setembro a 29 de outubro, a frequência de dois voos diários será reduzida para apenas um voo em novo horário. Já a partir de 30 de outubro, a rota será definitivamente extinta.

Quem quiser sair de Londrina para um voo internacional pela LATAM, precisará ir para Congonhas ou Campinas e pegar um ônibus até Guarulhos.

"O ajuste se soma a outras adequações recentes realizadas para adaptar a malha aérea da LATAM Airlines Brasil e enfrentar o contexto macroeconômico brasileiro desafiador. Já anunciamos que seguiremos conservadores no planejamento de voos, e projetamos para este ano uma redução de 10% a 12% na oferta de voos domésticos no Brasil", afirma a empresa.

A partir de 1º de julho, os passageiros começarão a ter suas reservas alteradas. Clientes com voos agendados após 30 de outubro podem solicitar remarcação ou reembolso sem custo.