24°
Máx
17°
Min

Confiança da Indústria recua 1,0 ponto em agosto ante julho, diz FGV

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) caiu 1,0 ponto em agosto ante julho, passando de 87,1 para 86,1 pontos, informou nesta segunda-feira, 29, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Esse resultado interrompe uma sequência de cinco altas consecutivas que levaram a um ganho acumulado de 12,4 pontos entre março e julho.

A queda do ICI na margem foi impulsionada pela deterioração das expectativas em relação aos meses seguintes. Houve um recuo de 1,7 ponto, para 87,3 pontos, do Índice de Expectativas (IE), após alta acumulada de 17 pontos nos quatro meses anteriores. O Índice da Situação Atual (ISA) manteve-se estável em 85,2 pontos, maior patamar desde fevereiro de 2015 (86,0 pontos).

"A queda do ICI em agosto pode ser interpretada como uma acomodação após uma sequência de altas expressivas, sem alterar a tendência de alta do índice no ano", escreveu em nota à imprensa o superintendente de Estatísticas Públicas da FGV/IBRE, Aloisio Campelo Junior. Ele argumentou que "a combinação de resultados mostra continuidade da tendência de ajuste de estoques associada a uma calibragem para baixo do nível de atividade". "Apesar dos avanços nos últimos meses, o setor continua desapontado com a lentidão da recuperação da demanda interna e incerto em relação à política econômica que vigorará daqui por diante", afirmou no texto.

A maior contribuição para a queda do IE veio da "acomodação do indicador de expectativas com a produção nos três meses seguintes. Após subir 21,4 pontos entre abril e junho, esse dado registrou quedas de 1,9 ponto em julho e de 2,5 pontos em agosto, fechando o mês em 89,5 pontos.

No ISA, a principal influência para a estabilidade do indicador foi a combinação de melhora na avaliação dos estoques com piora na percepção sobre a demanda e o ambiente de negócios. O grau de satisfação com o nível atual da demanda recuou 1,6 ponto, para 82,8 pontos, influenciado pelo mercado interno. A satisfação com a situação atual dos negócios caiu 1,9 ponto, para 81,2 pontos.

A FGV também informou que entre julho e agosto o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) diminuiu 0,5 ponto porcentual, para 73,8%.

A edição de agosto de 2016 do ICI coletou informações de 1.107 empresas entre os dias 1º e 24 deste mês. A próxima divulgação desse indicador será no dia 28 de setembro de 2016, sendo que a prévia do resultado será publicada no site do Ibre no dia 22 de setembro.