27°
Máx
13°
Min

Confiança do consumidor paulista atinge mínima histórica em março, diz ACSP

A confiança do consumidor paulista atingiu em março 57 pontos, mínima histórica, aponta a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Em relação a fevereiro, o indicador caiu 3 pontos e, na comparação com março do ano anterior, a queda foi de 47 pontos. A escala do Índice Nacional de Confiança (INC) vai de 0 a 200 pontos. O intervalo 0 zero e 100 pontos representa o campo do pessimismo e o de 100 a 200, o campo do otimismo.

No âmbito nacional, a confiança do consumidor também recuou. Em março, caiu a 73 pontos, três menos que em fevereiro e 44 menos que em março do ano passado. Aproximou-se, portanto, da mínima histórica da série, atingida em novembro de 2015: 72 pontos. O índice começou a ser calculado em 2005.

As classes A e B continuaram como as mais pessimistas em março, com um índice de confiança de 60 pontos (63 em fevereiro e 97 há um ano). Na classe C, o INC também caiu, marcando 74 pontos em março, contra 77 em fevereiro e 123 em março do ano passado. As classe D e E registraram 85 pontos em março, abaixo dos 87 registrados em fevereiro e dos 121 observados há um ano.

O INC foi elaborado pelo Instituto Ipsos a partir de 1,2 mil entrevistas domiciliares em 72 municípios. A margem de erro da pesquisa é de três pontos.