26°
Máx
19°
Min

Confiança do setor de Serviços sobe 1,9 ponto em junho ante maio, informa FGV

A confiança do setor de Serviços subiu 1,9 ponto em junho ante maio, já descontados os efeitos sazonais, nesta quinta-feira, 30, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o índice atingiu 72,4 pontos, o maior nível desde junho do ano passado. Foi o quarto mês seguido de avanço na confiança da atividade.

Ao todo, nove dos 13 segmentos investigados registraram aumento na confiança no período. Segundo a FGV, houve alta tanto nas avaliações sobre o futuro quanto na percepção sobre a situação atual.

O Índice de Expectativas (IE-S) subiu 3,0 pontos em maio ante abril, para 78,0 pontos, o maior nível desde fevereiro de 2015. O Índice de Situação Atual (ISA-S) subiu 1,0 ponto, para 67,5 pontos. A FGV informou que o IE-S abriu uma distância recorde de 10,5 pontos em relação ao ISA-S.

"Ao final do primeiro semestre, ampliam-se os sinais de melhora na curva de confiança do setor de Serviços, ainda que o patamar médio dos indicadores continue muito baixo em termos históricos. A melhora tem sido sustentada pela contínua redução do pessimismo em relação aos meses seguintes e tem um perfil disseminado entre os diversos segmentos pesquisados, incluindo uma sinalização de arrefecimento no ritmo de cortes previstos para o quadro de trabalhadores", diz nota distribuída há pouco pela FGV.

A edição de junho da Sondagem de Serviços coletou informações de 1.955 empresas entre os dias 2 e 27 deste mês. A próxima divulgação ocorrerá em 29 de julho.