21°
Máx
17°
Min

Construções de moradias iniciadas caem 0,3% em maio ante abril nos EUA

As construções de moradias iniciadas tiveram uma desaceleração em maio, em mais uma evidência de que a oferta de novas casas pode sofrer mais dificuldade para atender à demanda forte. As construções de moradias iniciadas recuaram 0,3% em maio ante o mês anterior, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 1,164 milhão, informou o Departamento do Comércio nesta sexta-feira. Analistas ouvidos pela Dow Jones Newswires previam queda de 1,7%, para 1,15 milhão.

As permissões para novas obras avançaram 0,7% na mesma comparação mensal, para 1,138 milhão, acima do dado revisado de abril de 1,130 milhão. A previsão dos analistas, porém, era de uma alta de 1,8% neste caso, para 1,15 milhão.

Os números divulgados são voláteis e muitas vezes revisados. O dado de maio vem com uma margem de erro de 14 pontos porcentuais. As construções de moradias iniciadas foram revisadas em baixa em abril, de 1,172 milhão antes informado para 1,167 milhão.

Apesar do pequeno recuo em maio, há sinais de que as construtoras trabalham para atender a demanda dos compradores. Na comparação anual, as construções de moradias iniciadas avançaram 9,5% em maio. Nos cinco meses deste ano, as construções iniciadas de moradias tiveram crescimento de 10,2% ante igual período de 2015. Fonte: Dow Jones Newswires.