22°
Máx
17°
Min

Consumo de gás natural cai 17,95% em fevereiro, diz Abegás

O consumo de gás natural no País totalizou 67,13 milhões de metros cúbicos diários em fevereiro o que corresponde a uma redução de 17,95% em relação ao volume anotado no mesmo período do ano passado. Na comparação com janeiro também houve queda, de 1,29%. Os dados fazem parte de levantamento feito pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), que reúne números de concessionárias em 20 Estados.

Conforme a entidade, a queda é resultado da redução da atividade econômica, que se reflete no menor consumo das indústrias. "A retração no consumo total - principalmente na comparação com os dados de 2015 - é um dos indicadores da redução da atividade industrial e da desaceleração econômica no País", declarou o presidente executivo da Abegás, Augusto Salomon, por meio de nota.

O volume de gás natural destinado ao segmento industrial recuou 14,29% na comparação com fevereiro do ano passado. Mas além do menor consumo de gás pelas indústrias, a Abegás salienta o impacto da retração da atividade produtiva na demanda por energia elétrica, que contribuiu para a redução do despachos térmicos, ocasionando uma diminuição de 30,13% no consumo de gás para a geração de eletricidade no mês passado.

Na comparação com janeiro, a queda no uso do gás para energia elétrica foi de 9,41%, tendo em vista o desligamento das térmicas, também propiciado pela melhora da situação dos reservatórios das hidrelétricas do País. Já o consumo industrial avançou 2,69%.

Dentre os demais segmentos, os dados da Abegás apontam um crescimento do consumo de gás natural em fevereiro, frente igual mês do ano passado, nas residências (+30,20%), no comércio (+9,99%) e na cogeração (+7,87%). Já o setor automotivo apresentou consumo estável (+0,16%).