27°
Máx
13°
Min

Consumo de gás natural no Brasil caiu 30,3% em março, diz Abegás

O consumo de gás natural no País totalizou 57,16 milhões de metros cúbicos diários em março, o que significou uma queda de 30,3% em relação a igual mês do ano passado. Ante fevereiro, o recuo foi de 14,8%. Os dados são de levantamento feito pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), que reúne números de concessionárias em 20 Estados.

A entidade afirma que a baixa é resultado da desaceleração da atividade econômica, que se reflete no menor consumo das indústrias. "O estudo da Abegás funciona como um indicador da atividade econômica do País. A queda no consumo do segmento industrial, por exemplo, é um claro reflexo desse momento de crise. Mas acreditamos que esse panorama vai mudar e o gás natural é um insumo estratégico para a retomada do crescimento econômico", declara o presidente executivo da Abegás, Augusto Salomon, por meio de nota.

Além da redução da atividade industrial, a Abegás afirma que o recuo também reflete desligamento das térmicas a gás. Com isso, destaca a associação, o consumo na termogeração despencou 27,2% em relação ao mês anterior e 50,5% em relação a março do ano passado.

O volume de gás natural destinado ao segmento industrial recuou 15,2% na comparação com março do ano passado. Ante fevereiro, o recuo foi de 1,34%.

"Precisamos resolver as questões tributárias na cadeia do gás natural. A questão do ICMS incidente no Transporte e Importação e do ICMS Interestadual é um entrave para a retomada da agenda de investimentos no setor, é necessário buscar um pacto entre todos os Estados", destaca Salomon, na nota.