27°
Máx
13°
Min

Convergência da inflação para meta em 2017 não contempla redução da Selic, diz BC

A apresentação do diretor de Política Econômica do Banco Central, Altamir Lopes, distribuída nesta sexta-feira, 19, a jornalistas traz a informação em um dos slides de que a convergência da inflação para a meta de 4,5% em 2017 não contempla reduções da taxa básica de juros, hoje em 14,25% ao ano.

A apresentação vai em linha com o que disseram na quinta-feira, 18, o presidente da instituição, Alexandre Tombini, e o diretor de Política Monetária, Aldo Mendes. Os três votaram a favor da estabilidade dos juros na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em janeiro. A votação foi dividida por seis a dois, com a minoria querendo aumentar a Selic em 0,50 ponto porcentual.

Essa afirmação da apresentação foi feita a despeito da avaliação do BC de que a maior abertura do hiato do produto reduz a pressão inflacionária. "A ampliação das incertezas em relação ao comportamento da economia mundial e seus desdobramentos tende a se manifestar sobre a economia doméstica, com viés desinflacionário", trouxe o texto.