23°
Máx
12°
Min

Conversões de veículos para GNV aumentam 132% no primeiro bimestre, diz Comgás

As conversões de veículos para uso de gás natural veicular (GNV) apresentaram um crescimento de 132% na área de concessão da Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) nos dois primeiros meses deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento feito pela empresa. Entre janeiro e fevereiro, foram 954 veículos adaptados, ante 412 no mesmos meses de 2015, informou a distribuidora.

Conforme a Comgás, somente em fevereiro as conversões em sua área de concessão totalizaram 532, número recorde da série histórica, desde janeiro de 2011.

A companhia atribui o aumento das conversões à alta nos preços da gasolina e do etanol, que levou os consumidores a buscarem o GNV como alternativa para economizar. "Percebemos que não apenas veículos de trabalho como frotistas e taxistas vem fazendo conversão, mas também os proprietários de carros particulares que percorrem longas distâncias. Eles estão percebendo no GNV uma alternativa de redução de custos no orçamento familiar", disse, em nota, o gerente de Marketing da área Industrial e de Transporte da Comgás, Ricardo Vallejo.

De acordo com a Comgás, a economia por quilômetro rodado chega a atingir 57% em relação ao etanol e 54% na comparação com a gasolina. Segundo cálculos da empresa, o consumidor paga R$ 0,38 por quilômetro rodado com etanol, R$ 0,35 com gasolina e R$ 0,16 com GNV. As estimativas, explica a empresa, tomam por base a média de consumo de um veículo com cada combustível e a média de preços apurada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) nos postos de combustíveis paulistas no mês de fevereiro.