22°
Máx
17°
Min

Cooperativa inaugura obras com investimentos de R$ 800 milhões em Guarapuava

(Foto: Divulgação) - Cooperativa inaugura obras com investimentos de R$ 800 milhões
(Foto: Divulgação)

O prefeito de Guarapuava Cesar Silvestri Filho recebeu, nesta sexta-feira (07), o Ministro da Agricultura Blairo Maggi, o Governador do Paraná , Beto Richa e os deputados federais Osmar Serraglio e Sérgio Souza, e a deputada estadual Cristina Silvestri, que vieram a Guarapuava para a inauguração de grandes empreendimentos da Cooperativa Agrária. "A Agrária é motivo de orgulho para todos nós guarapuavanos porque é uma cooperativa que nunca teve medo de prosperar e sempre acreditou no potencial de Guarapuava. Se hoje nossa cidade é exemplo para o Brasil é porque temos iniciativas como essa de investimentos em nossa cidade. Não há dúvidas: nós encontramos um caminho próprio para o nosso desenvolvimento", destacou o prefeito Cesar Silvestri Filho.

A inauguração das três grandes obras que somam investimentos de mais de R$ 800 milhões é um marco no ano em que a empresa completa 65 anos de história. "Hoje a Agrária está presente em toda a cadeia de produção. São 1.500 funcionários e 600 cooperados, gerando empregos diretos no campo e é por isso que a Agrária se tornou a potência que é hoje. Os investimentos físicos são importantes mas a Agrária investe também no Colégio Imperatriz, na Fundação Cultural, que possui mais de 30 grupos culturais. Investe ainda na Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária (Fapa) e mantém também o Hospital Semmelweis”, comemorou o presidente da cooperativa, Jorge Karl.

Entre as obras inauguradas estão o setor de Armazenamento da Coooperativa, que recebeu investimento de R$ 250 milhões. Atualmente, a capacidade de armazenagem é de 277 mil toneladas e, com a ampliação, passa a uma capacidade de um milhão, duzentos e sessenta e cinco mil toneladas. Já o projeto da Maltaria III, com investimento de R$ 400 milhões, e a nova indústria de milho, com investimento de R$ 80 milhões, receberam apoio do Programa do Governo Estadual, Paraná Competitivo.

Com a nova indústria de milho e a ampliação da maltaria, os tributos da Cooperativa Agrária passarão de R$ 280 milhões ao ano para R$ 360 milhões/ano. "Agrária é destaque por investir no Paraná. Não podemos nos esquecer que, historicamente, foi o agronegócio que tem salvo a balança financeira. As cooperativas paranaenses estão entre as maiores geradoras de riquezas do Brasil. Então, nada mais justo que apoiar quem produz no nosso Estado gerando emprego e renda para a nossa gente", afirmou o Governador Beto Richa.

Com o projeto da Maltaria III, a produção da Agrária Malte passará para 350 mil toneladas ao ano, e consolida a maltaria como a maior da América Latina, com 25% da produção do mercado nacional. De acordo com o Ministro da Agricultura Blairo Maggi, o Brasil tem capacidade para aumentar a participação no mercado mundial de alimentos. "Hoje contribuímos com 6,9% dos alimentos, mas temos capacidade para chegar aos 10%. As portas do Ministério estarão sempre abertas para ajudar e incentivar os nossos produtores a buscarem novos mercados e oportunidades mundo afora", destacou.

O evento, que contou com a participação de funcionários e cooperados também teve a presença do Presidente da Embrapa, Maurício Lopes, dos secretários do Ministério da Agricultura: Neri Geller (Política Agrícola), José Dória (Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo) e do secretário de Relações Internacionais, Odilson Ribeiro, além do Secretário Estadual de Agricultura, Norberto Ortigara e do Secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, José Richa Filho e do presidente da Agepar, Cezar Silvestri.

(com assessoria de imprensa)