27°
Máx
13°
Min

CVM recomenda não falar sobre IPO da Caixa Seguridade, diz Miriam Belchior

Após prever a abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) da Caixa Seguridade para entre abril e o início do segundo semestre deste ano, a presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior mudou o tom sobre o assunto e afirmou nesta sexta-feira, 19, ter a recomendação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de não falar sobre a operação. "Temos recomendação da CVM de não falar sobre o IPO, porque isso mexe com o mercado e por isso não vou falar", disse Miriam durante visita a Ribeirão Preto (SP) na série de ações do governo federal no dia de combate à zika.

Indagada pelo Broadcast (serviço de notícias em tempo real da Agência Estado) se a crise econômica no País poderia prejudicar IPO da Caixa Seguridade, a presidente do banco estatal resumiu: "Nós vamos analisar cada momento, hoje é dia de zika."

FGTS

Sem dar mais detalhes, Miriam afirmou ainda que já houve a autorização do conselho curador do FGTS para o uso de recursos extras do fundo no financiamento imobiliário da Caixa. O banco estimava uma injeção de R$ 10 bilhões para o financiamento da compra de imóveis de até R$ 400 mil com taxas de 4,5% a 8,16% ao ano.

A presidente da Caixa ficou cerca de duas horas em uma escola municipal de Ribeirão Preto, onde fez palestra sobre o combate à zika e ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor do vírus causador da doença e de outras, como a dengue. Miriam segue para Franca (SP), onde também participa de ação semelhante.