22°
Máx
16°
Min

De olho no exterior, Weg reduz preço de turbinas

A catarinense Weg tem buscado reduzir o custo de produção da unidade de turbinas eólicas, que já caiu 3,5% só neste ano, para ganhar competitividade no mercado internacional. "Não vou me atrever a dizer que estamos mais baratos que a China. Não é o caso. Agora, acredito que à medida que o Brasil se profissionaliza e aumenta sua produtividade na cadeia eólica, com essa situação de câmbio nós temos condição de competir", disse o diretor de energia eólica da empresa, João Paulo Gualberto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.