26°
Máx
19°
Min

Déficit comercial sobe para US$ 40,73 bilhões em agosto nos EUA

O déficit na balança comercial dos Estados Unidos aumentou para US$ 40,73 bilhões em agosto por causa de um aumento nas importações que superou o ganho nas exportações. O déficit aumentou 3,0% na comparação com o mês anterior, segundo o Departamento do Comércio. As importações tiveram alta mensal de 1,2% e as exportações, de 0,8%.

Economistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam déficit de US$ 39,2 bilhões em agosto. O déficit maior no mês analisado ocorreu por causa de gastos com petróleo e também com direitos de transmissão da Olimpíada.

Do crescimento geral de US$ 2,6 bilhões com importações durante agosto, US$ 1,2 bilhão é fruto de custos pelo uso de propriedade intelectual, segundo o relatório do Departamento do Comércio. Além disso, as importações de petróleo, em volume, atingiram em agosto o patamar mais alto desde janeiro de 2014.

Nos primeiros oito meses deste ano, o déficit comercial diminuiu 1,3% na comparação com igual período de 2015. As importações recuaram 3,6% e as exportações tiveram queda de 4,1% na mesma comparação.

Em agosto, a importação de serviços, entre eles os direitos de transmissão da Olimpíada do Rio, atingiu o maior nível já registrado. As importações de petróleo, por sua vez, aumentaram em agosto ante julho em uma base não ajustada, mas seguiram em baixa na comparação anual. O volume de barris importados diariamente durante o mês foi de 8,3 milhões, acima dos 7,1 milhões de agosto de 2015. Fonte: Dow Jones Newswires.