23°
Máx
12°
Min

Demanda de empresas por crédito cai 12,2% em fevereiro, diz Serasa

A Serasa Experian informou nesta quinta-feira, 17, que a demanda por crédito caiu 12,2% em fevereiro de 2016 em relação ao mesmo mês de 2015, sem ajuste sazonal. Porém, na comparação com janeiro deste ano, já levando em conta a sazonalidade, o dado mostra alta de 4,7%.

Ainda houve declínio de 11,7% na demanda por crédito de empresas no primeiro bimestre ante igual período de 2015. Além da crise na economia, que vem elevando as incertezas, "o aumento nas taxas de juros dos empréstimos estão reduzindo a demanda por crédito das empresas", explica nota da Serasa.

De acordo com a entidade, a maior retração na procura por crédito, de 21,8%, foi registrada nas médias empresas no segundo mês deste ano ante fevereiro de 2015. Em seguida, as grandes companhias apresentaram declínio de 18%, enquanto as micro e pequenas empresas tiveram retração de 11,6% na demanda por empréstimos.

Contudo, quando se avalia o dado na comparação mensal, a Serasa constatou alta na procura por crédito por micro e pequenas empresas (4,9%) e nas médias empresas (0,7%). Já as grandes empresas tiveram queda de 0,4% em relação a janeiro de 2016.

Conforme a Serasa, todos os setores econômicos pesquisados apresentaram variações negativas na demanda por empréstimos por empresas em fevereiro ante o mesmo mês do ano passado. A mais representativa foi observada na indústria, com baixa de 13,9%; comércio, com retração de 12,2%; e serviços, com queda de 11,7%. Já na avaliação mensal, todos os resultados ficaram no campo positivo: setor industrial (4,1%), comércio (6,3%) e serviços (3,0%).

O cenário de menor demanda por crédito empresarial atingiu todas as regiões analisadas pela Serasa na comparação interanual, enquanto em relação a janeiro deste ano houve crescimento.

No confronto com fevereiro do ano passado, a procura por empréstimos por empresas caiu 13,9% no Centro Oeste; cedeu 13,2% no Sudeste; teve declínio de 10,6% no Nordeste; apresentou queda de 10,4% no Norte; e caiu 9,9% no Sul do País. "Em relação a janeiro, a demanda das empresas por crédito aumentou 4,7% no Norte; 4,5% no Sudeste; 4,5% no Sul, 6,1% no Centro Oeste e 6,2% no Nordeste", detalha nota da Serasa.