21°
Máx
17°
Min

Desembolsos do BNDES caem 46% no 1º trimestre

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou R$ 18,1 bilhões para financiamentos já aprovados no primeiro trimestre do ano, queda nominal de 46% em relação aos valores de janeiro a março de 2015, informou nesta terça-feira, 26, a instituição de fomento.

Os destaques negativos foram os projetos de infraestrutura, que receberam R$ 5,7 bilhões, 51% a menos do que no primeiro trimestre de 2015. Os desembolsos para os projetos da indústria somaram R$ 5,4 bilhões, queda de 48%, na mesma base de comparação.

Os projetos de comércio e serviços receberam R$ 3,7 bilhões no primeiro trimestre, queda de 51% em relação a igual período do ano passado. Já os financiamentos para a agropecuária desembolsaram R$ 3,2 bilhões, 11% a menos em relação ao primeiro trimestre de 2015.

O primeiro trimestre também foi marcado pela queda na aprovação de novos empréstimos, que somaram R$ 13,5 bilhões, 37% abaixo do valor aprovado de janeiro a março de 2015.

Consultas

As consultas por novos empréstimos no BNDES somaram R$ 23,5 bilhões no primeiro trimestre, queda nominal de 7% em relação a igual período do ano passado. Em nota, a instituição de fomento comemorou a desaceleração na queda do valor das consultas, apesar da queda nominal de 46% nos valores desembolsados para financiamentos já aprovados.

A consulta é a primeira etapa do processo de pedido de crédito ao BNDES, e sua evolução é considera um termômetro do apetite das empresas por investimento. "A desaceleração é reflexo, principalmente, do comportamento da indústria, cujas consultas, no montante de R$ 8,1 bilhões no primeiro trimestre, aumentaram 77%", diz a nota do BNDES.