24°
Máx
17°
Min

Dia das Mães deve ter 28% menos vagas de emprego temporário que em 2015

(Foto: Gabriel Jabur/ Agência Brasília) - Dia das Mães deve ter 28% menos vagas de emprego temporário que em 2015
(Foto: Gabriel Jabur/ Agência Brasília)

O Dia das Mães, próxima data a movimentar o mercado de trabalho, deve abrir 23 mil vagas temporárias em todo o País, número 28% menor que o do ano passado, segundo pesquisa encomendada pela Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de Recursos Humanos, Trabalho Temporário e Terceirizado (Fenaserhtt) e pelo Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão de Obra e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo (Sindeprestem) ao Centro Nacional de Modernização (Cenam). Deste total, 2% têm chance de efetivação.

A indústria é o setor com maior índice de contratação (67%). Normalmente é o primeiro segmento a recrutar temporários por se antecipar às datas comemorativas. Em seguida, aparecem comércio (12%); entretenimento e lazer (6%); feiras e eventos (6%); limpeza, portaria e serviços (5%) e hotelaria (4%).

A pesquisa aponta que os homens devem preencher a maioria das vagas (56%) e que pessoas com idades entre 22 e 35 anos têm chance maior de contratação.

Atualmente, há cerca de 10 milhões de desempregados no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa afirma que muitas empresas demitiram para conseguir permanecer no mercado, mas precisam de mão de obra para pequenos períodos, como os que antecedem datas comemorativas.

Se somada às vagas da Páscoa, o Dia das Mães deve representar a oportunidade do primeiro emprego a 3,1 mil jovens.

Na indústria, 52% dos salários estarão compreendidos entre R$ 1.321 e R$ 1.980, enquanto no comércio a maioria (64%) ficará entre R$ 1 mil e R$ 1.320.