22°
Máx
14°
Min

Dirigentes do BCE veem maiores riscos para economia da zona do euro neste ano

Os integrantes do conselho do Banco Central Europeu (BCE) mostraram-se divididos em relação à trajetória futura do crescimento e da inflação na zona do euro em sua reunião de janeiro, ainda que a maioria tenha concordado com o fato de que a perspectiva piorou desde o início do ano, segundo a ata do encontro, divulgada nesta quinta-feira.

O BCE decidiu manter a taxa de juros inalterada na ocasião, mas o presidente da instituição, Mario Draghi, se comprometeu em entrevista coletiva após a reunião a "revisar e possivelmente reconsiderar" o programa de estímulos na próxima reunião de política monetária, em 10 de março.

O conselho do BCE, formado por 25 membros, decidiu que era "prematuro" impulsionar os estímulos imediatamente ou "discutir opções políticas precisas", segundo o resumo das discussões.

Os dirigentes viram um aumento da probabilidade de um período prolongado de inflação baixa na zona do euro. Além disso, disseram que há um maior risco de que os preços baixos do petróleo afetem outros preços. Fonte: Dow Jones Newswires.