23°
Máx
12°
Min

Dólar abre em queda influenciado por cenário externo

O dólar abriu em queda ante o real na manhã desta segunda-feira, 15, influenciado pela valorização do yuan chinês e de outras divisas emergentes e ligadas a commodities no exterior. A moeda norte-americana chegou a atingir a mínima de R$ 3,9786 (-0,42%), mas perdeu força no início da manhã e, por volta das 9h50, estava cotada a R$ 3,9870, o que representa uma variação de -0,23% em relação ao fechamento da última sexta-feira.

No exterior, a moeda chinesa - yuan - fechou no maior nível ante o dólar deste ano, após o retorno do feriado no ano novo chinês. A moeda norte-americana caiu para 6,4944 yuans (-1,2%) em relação ao fechamento de 5 de fevereiro, a maior valorização da moeda chinesa desde 2005.

A desvalorização do dólar acompanha a alta de 7% na Bolsa de Tóquio nesta segunda-feira, além da recuperação dos índices de ações europeus. Há expectativa por novas medidas de estímulo em Pequim e Tóquio.

O petróleo também opera em alta, com variação de 1,90%, a US$ 30,00 por barril, no mercado eletrônico da New York Mercantile Exchange (Nymex). O Brent para abril subia 1,14%, a US$ 33,74 por barril, na Intercontinental Exchange (ICE), em Londres.