24°
Máx
17°
Min

Dólar cai ante real, em linha com exterior

O dólar cai ante o real nesta sexta-feira, 14, seguindo o comportamento ante outras moedas emergentes e ligadas a commodities após dados de inflação favoráveis da China. O mercado monitora a notícia de nova política de preços da Petrobras.

A nova política tem entre as premissas a paridade internacional, e também uma redução nos valores nas refinarias já a partir da zero hora deste sábado, 15 de outubro. A redução média no preço do diesel será de 2,7% e da gasolina em 3,2%.

Às 9h37, o dólar à vista caía 0,48%, a R$ 3,1680, e o dólar para novembro tinha queda de 0,31%, a R$ 3,1835.

Na China, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da China avançou 1,9% em setembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, acelerando ante o avanço anual de 1,3% em agosto. Analistas do mercado esperavam alta de 1,7%. O resultado ainda está abaixo do teto da meta de Pequim para o ano, de 3%, dando espaço para que as autoridades flexibilizem ainda mais a política monetária.

Já a prolongada deflação na indústria finalmente chegou ao fim. O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da China subiu 0,1% em setembro ante o mesmo mês do ano passado, revertendo uma queda anual de 0,8% em agosto. O PPI se prolongou em território deflacionário por mais de quatro anos.