22°
Máx
17°
Min

Dólar descola do exterior e sobe com notícias de prisões de caciques do PMDB

O dólar sobe ante o real, descolado do exterior, reagindo à notícia sobre os pedidos de prisão dos peemedebistas Renan Calheiros (presidente do Senado), Romero Jucá (ex-ministro de Temer), José Sarney (ex-presidente da República) e Eduardo Cunha (presidente afastado da Câmara). Segundo profissionais de câmbio, as prisões podem afetar a governabilidade do presidente em exercício e influenciar a votação final do impeachment de Dilma Rousseff no Senado.

Às 9h26, o dólar à vista no balcão estava a R$ 3,5080 (+0,48%), enquanto o dólar para julho avançava 0,45%, a R$ 3,5335.

No exterior, o dólar mostra fraqueza ante a maioria das pares do real emergentes e ligadas a commodities, por conta da alta do petróleo e ainda com os discursos mais suaves ou "dovish" da véspera feitos pela presidente do Federal Reserve, Janet Yellen.