24°
Máx
17°
Min

Dólar mostra fraqueza antes de discurso da presidente do Federal Reserve

O dólar cai ante o real, além de várias moedas emergentes e ligadas a commodities, com investidores na expectativa de que a presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, mostre um tom mais suave ou "dovish" em seus dois discursos nesta segunda-feira, 6, (13h30 e 15 horas), mais alinhada ao fraco payroll de sexta-feira. O petróleo em alta, por sua vez, que há pouco chegava a subir mais de 2% na Nymex, enfraquece mais o dólar no Brasil e no exterior.

Às 9h38, o dólar à vista caía 0,23%, a R$ 3,5172. O dólar para julho tinha queda de 0,23%, a R$ 3,5465.

Na política, apesar da delação envolvendo caciques do PMDB (Renan Calheiros, José Sarney e Romero Jucá), a delação do Marcelo Odebrecht citando Dilma Rousseff serve como contraponto e ajuda a manter a expectativa de que ela será afastada definitivamente da presidência.

Na avaliação de um profissional de câmbio, as novas denúncias contra ministros do presidente em exercício, Michel Temer, só reforçam a "credibilidade" e a continuidade da Operação Lava Jato. Além disso, investidores estão no aguardo pela decisão do ministro e presidente do STF, Ricardo Lewandowski, sobre a redução do prazo do processo de impeachment.