22°
Máx
14°
Min

Dólar recua ante real após ata e cenário instável no exterior

O dólar à vista recua ante o real na manhã desta terça-feira, 26, alinhado com o movimento visto ante algumas divisas ligadas a commodities, como os dólares australiano e neozelandês, num dia de instabilidade no exterior. Segundo um operador, a ata do Copom acaba não pesando nos negócios.

Às 9h27 desta terça, o dólar à vista no balcão tinha queda de 0,21%, a R$ 3,2816. O dólar para agosto recuava 0,33%, a R$ 3,2860.

O Copom informou que mudou sua premissa para o câmbio de R$ 3,60 da ata anterior e de R$ 3,45 do Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de junho para R$ 3,25 no documento de hoje. O número é utilizado para formar seu cenário de referência. Com a baixa, o novo valor considerado para o dólar está bem próximo do negociado no dia em que o colegiado decidiu manter a Selic de 14,25% ao ano mais uma vez.

No documento, o BC afirma ainda que o "risco de ajuste (fiscal) ser abandonado levaria a custo maior para levar a inflação à meta" e que as medidas de ajuste "são um risco a ser monitorado". O Banco Central também afirma que "a maior persistência inflacionária requer persistência maior da política monetária".