24°
Máx
17°
Min

Dólar renova mínimas após PIB dos EUA

O dólar renovou mínimas ante o real na manhã desta sexta-feira, 29, e também acentuou perdas ante moedas emergentes e ligadas a commodities após a economia dos Estados Unidos ter mostrado crescimento anualizado de 1,2% na primeira estimativa do 2º trimestre - bem abaixo da previsão de alta de 2,6%, o que reduz as apostas de aperto monetário.

"O dólar deveria subir aqui, por ser fechamento da Ptax. Mas nem isso nem o leilão de linha do Banco Central estão fazendo a menor diferença hoje", disse um profissional de câmbio. "O mercado aqui está acompanhando o exterior", afirmou outro operador.

Às 9h42, o dólar à vista caía 0,66%, a R$ 3,2724. O dólar para setembro recuava 0,59%, a R$ 3,3050. No mesmo horário, o dólar estava nas mínimas ante o dólar neozelandês (-0,87%) e a rupia indiana (-0,19%).

Ainda nos Estados Unidos, o índice de preços dos gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês) avançou 1,9% no segundo trimestre de 2016, ante o primeiro trimestre. No primeiro trimestre, o PCE avançou 0,2%.