26°
Máx
19°
Min

Dólar ronda estabilidade à espera de agenda da semana

O dólar abriu em alta, mas virou em seguida e operava perto da estabilidade. Nesta segunda-feira, 22, o Banco Central faz leilão de swap cambial reverso, mas num montante menor, de 10 mil contratos, ante os 15 mil já ofertados. A agenda fraca tende a reduzir a liquidez dos negócios.

Nos Estados Unidos, o índice de atividade do Fed de Chicago subiu a +0,27 em julho, de 0,05 em junho, mas não chegou a mexer de imediato nos ativos.

Às 9h36, o dólar à vista no balcão caía 0,02%, a R$ 3.2044. O dólar para setembro tinha queda de 0,11%, a R$ 3,2150.

No cenário doméstico, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, declarou que "já está descartado aumento de impostos com este novo orçamento" em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira à Rádio Estadão.